OFICINA DE MACRAMÉ


É um sonho muito antigo que tenho, aprender a fazer macramé. Depois de aprender, miserável, a fazer tricot a partir de vídeos do youtube e costura, sozinha por tentativa-erro, prometi a mim mesma que, no macramé, uma arte tão útil e bonita, tinha de ser exímia. Quero oferecer presentes de Natal feitos por mim e, com esta técnica dos nós, consigo fazer peças únicas e lindas. E quero fazer um porta-vasos para a nossa sala (e para o meu amigo secreto).

Já há mais de um ano que ando a  tentar fazer uma oficina com a querida Vânia e não consigo. Ou porque já tem lotação esgotada ou porque é num dia que não dá para mim. A Vânia é uma craque desta técnica artesanal e dedica-lhe grande parte do seu tempo – acabou de me confessar que está quase de directa por ter estado a dar nós toda a noite.

Desta vez, e como método tradicional e sustentável que é o macramé, o Slower vai promover uma manhã muito especial a aprender esta técnica tão bonita. E é desta que, também nós, vamos aprender, finalmente esta arte dos nós!

Vai ser uma manhã para não esquecer. Na Tapada das Necessidades, vamos aprender a dar nós, a fazer uma peça única e ainda por cima em boa companhia, num dos jardins mais bonitos de Lisboa!

Contamos com vocês, no Sábado dia 18 de Novembro entre as 10.00 e as 14.00. A inscrição tem o valor de 55€, inclui todos os materiais e ainda ficamos com um manual connosco para nunca mais esquecermos de cada nó.

E, apesar de sermos slow, sugerimos que se apressem a reservar o vosso lugar enviando-nos um e-mail para o slower.blog@gmail.com, pois as vagas não são muitas.

Até lá,
Maria

Maria Cordoeiro
É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.
PARTILHAR Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestGoogle+Email to someone

One Comment

  1. Adoro macramé! Sei fazer alguns nós, mas sou um bocado trapalhona, e gostava de aperfeiçoar. Mas azar dos azares não estou em Lx nesse fds… Divirtam-se e mostrem como foi 🙂

COMENTAR