DESAFIO DESTRALHAR


slower_desafiodestralharDepois do desafio proposto a mim mesma e de um começo menos radioso, voltei a ler novamente sobre o tema e procurei pela internet uma lista com as categorias que me pudesse ajudar a seguir a ordem das coisas. Encontrei algumas, mas rapidamente senti necessidade de adaptar o que encontrei em inglês, à nossa língua e a uma realidade mais portuguesa.

À medida que a fui reescrevendo, o desafio foi desenvolvendo outra forma, até que me entusiasmei e senti que fazia sentido não só partilhá-lo aqui, como também desafiar-vos a fazerem-me companhia, participando.

Mas porquê destralhar? Porquê participar, se vou dando uns sacos de roupa no inicio de cada estação, podem perguntar alguns. Outros podem mesmo achar que não têm muita coisa (pois, pois, eu também achava, até começar pôr tudo no chão), ou que não têm tempo, ou energia ou interesse.

Porque ter menos coisas, significa menos para limpar e organizar, menos gastos, menos stress, mais espaço e mais tempo livre – Só isto já soa maravilhosamente, não?

Porque ao embarcar neste desafio, não é só a casa que muda de cara, há também uma mudança que ocorre mais profundamente em nós – Aquilo que estamos habituados a ver como essencial ou necessário vai ser diferente no final, posso garantir.

Porque ao destralhar de forma consistente e com método, acredito que irão terminar os eternos sacos distribuídos aqui e ali no inicio de cada estação – Quanto mais não seja, porque no final do desafio, seremos muito mais criteriosos com o que compramos e deixamos entrar em nossa casa.

E finalmente porque é bom parar para reflectir um pouco na forma como consumimos e em quem é beneficia com o consumismo descartável para o qual temos evoluido por aqui, de há uns anos para cá – Será sustentável para nós, o consumidor? Para quem produziu? Para a nossa comunidade e sociedade? Para o planeta?

Agora que tenho a vossa atenção (espero!) deixo-vos o plano. A ideia é fazê-lo ao longo do tempo, sem grande sobrecarga aos nossos dias e com calma ir avançando com uma categoria por semana. Para facilitar, podem contar com a ajuda desta cábula.

Irei partilhando aqui os progressos feitos. Convido-vos a fazerem o mesmo através do Instagram com a hashtag #slower_desafiodestralhar ou que os enviem por e-mail.

Vamos a isto?!

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.
PARTILHAR Tweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestGoogle+Email to someone

2 Comments

  1. Olá Filipa, também ando com esse propósito há algum tempo, a tua lista parece-me óptima 😊

    Bx
    espantosa

    P.s.- o propósito do cafezinho com as amigas é que se vai arrastando…pelo menos contigo😁 Temos de corrigir isso

COMENTAR