SETE DIAS SETE PRATOS · FAMÍLIA NHEKO


Conheci a Alexandra no meio deste mundo da internet mas rapidamente quisemos concretizar este conhecimento e conversar ao vivo e a cores. Combinámos ir almoçar as duas a meio de um dia de trabalho – num restaurante vegetariano caseiro onde as duas já éramos clientes regulares. Tínhamos uma hora, mas pareceram dois minutos. Sentimos que ficara ainda muito por conhecer e por conversar. Não tardámos a marcar outro almoço para terminar a conversa, mas também depressa percebemos que isto de conhecer uma pessoa não tem assim um princípio um meio e um fim, nem se resolve em horas de almoço.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · KAASA NETTO


A família deste Sete Dias Sete Pratos é muito especial para mim. É na verdade, um pouco minha também, já que dela fazem parte os meus filhos. Na verdade, embora nem sempre seja fácil de explicar isto a terceiros, somos todos uma família mais alargada e temos uma amizade da qual me orgulho. A Katrin, é norueguesa, actriz, madrasta querida dos meus filhos e, tantas vezes, quem segura as pontas com eles. O Duarte é o pai, artista, professor e o fotógrafo destas fotos lindas. Juntos têm ainda uma filha, a Victoria e partilham o gosto por cozinhar.LER MAIS

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.

SETE DIAS SETE PRATOS · TERESA FIGUEIREDO


A convidada do Sete Dias Sete Pratos desta semana é tripeira, designer, minha prima caçula (sim, andei com ela ao colo) e apaixonada por alimentação saudável. Além da sua cozinha, partilha diariamente essa paixão no seu blogue.

Conheçam a Teresa e  fiquem a saber como se cozinha de forma saudável e rápida, para que sobre tempo para a família e o seu bebé de 4 meses. Como ela diz, não há desculpa para não comer bem!LER MAIS

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.

SETE DIAS SETE PRATOS · FILIPA PINTO DA SILVA


Cá em casa, a semana de cozinhados começa à 3ª feira, que é quando os meus filhos vêm da casa do pai, e tem 8 dias em vez de 7. Também é à 3ª que alternadamente recebemos o nosso cabaz de legumes, fruta e ovos biólogos da BOA, o que torna as terças, naturalmente, num dos dias mais felizes da semana.LER MAIS

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.

SETE DIAS SETE PRATOS · RAQUEL FORTES


©inesananasehortela

Esta semana trazemos ao Sete dias Sete Pratos uma pessoa querida de quem já falei aqui no slower e de quem já partilhei uma receita. E quando começámos esta rubrica, foi ela a primeira pessoa que soube que queria convidar a participar. No entanto, nem sei bem dizer porque voltas, o artigo surgiu apenas agora. Algo que, apesar de não intencional, veio mesmo a calhar. Não sei de vocês, mas depois de um dezembro sem rédeas, parece-me que fiz bem em guardar esta cartada saudável para Janeiro, como incentivo a uma alimentação mais equilibrada este ano.LER MAIS

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.

SETE DIAS, SETE PRATOS · TERESA PAIVA


Espero que este atraso na publicação do sete dias sete pratos não tenha causado transtorno na organização da vossa ementa semanal. Então, e por isso mesmo, trazemo-vos as sugestões de uma cozinheira de mão cheia e que… não gosta de planear as refeições e prefere ir cozinhado aquilo que à família vai apetecendo.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · MARIA CORDOEIRO II


Há uns dias atrás disse à Filipa que não se preocupasse com o Sete Dias Sete Pratos desta semana, que eu já estava a tratar disso. Queria fingir a mim mesma (e a ela) que estava a começar o ano muito mais organizada e aplicada. Também adoraria dizer que sou tão planeada que já tinha na manga uma série de ementas prontas a publicar. Só que não.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · LU VALLES

Comecei por conhecer um bocadinho da Lu e da sua família pelo Rebuçado Ácido, o primeiro blogue português com um foco em moda infantil sem fru-fru. Na altura, uma verdadeira lança em África, no meio de tanta gola rendada e laçarotes. Anos largos mais tarde fui dar, via instagram, com uma talentosa fotógrafa que captava o dia-a-dia dos seus filhos tal como ele era: autêntico, sem os tais fru-frus e que ainda por cima, parecia viver em Portugal. Facto que me deixou mais curiosa, já que este estilo de fotografia de família completamente diferente do que se via por cá. Era novamente a Lu, claro.LER MAIS

É designer gráfica. Vive em Lisboa e tem dois filhos. Gosta de dias que se desenrolam sem planos, de caminhar, de fotografia e não passa sem doses maciças de sol. Da vontade de abrir caminho para uma vida mais simples, em sintonia com o seu ritmo e o da natureza, inicia o blogue Slower em 2015. Dois anos depois, abre a casa a colaborações e torna o Slower numa comunidade participativa. Acredita que um dia ainda vai fazer um inter-rail com os filhos e que eles vão gostar. É uma optimista.

SETE DIAS SETE PRATOS · OS ORTEGAS


Antes de mais, gostava de pedir desculpa pelo atraso na ementa desta semana. Foi o feriado, o advento, a árvore de Natal. Entrada no mês. Saída do mês.

Aproveitámos a deixa e “empurrámos” esta ementa para hoje, pois é o dia de aniversário de quem a escreveu!!

LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · OS CAVACOS


Conhecemos os Cavacos em 2011. Na altura tinha o Jacinto 4 anos e passava os dias a cantar de cor as canções do Tiago. Um dia o Francisco viu o Tiago na rua e, literalmente “seguiu-o” para lhe pedir um autógrafo para levar ao Jacinto. Conversaram muito nesse dia.

No dia seguinte o Tiago, que era na altura pastor numa igreja perto do trabalho do Francisco, apareceu para um café, mais conversa e ainda lhe ofereceu uma série de discos da “Flor Caveira“. Daí nasceram muitas conversas e uma grande amizade. Entre eles, entre nós, entre todos.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.