SETE DIAS, SETE PRATOS · TERESA PAIVA


Espero que este atraso na publicação do sete dias sete pratos não tenha causado transtorno na organização da vossa ementa semanal. Então, e por isso mesmo, trazemo-vos as sugestões de uma cozinheira de mão cheia e que… não gosta de planear as refeições e prefere ir cozinhado aquilo que à família vai apetecendo.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · MARIA CORDOEIRO II


Há uns dias atrás disse à Filipa que não se preocupasse com o Sete Dias Sete Pratos desta semana, que eu já estava a tratar disso. Queria fingir a mim mesma (e a ela) que estava a começar o ano muito mais organizada e aplicada. Também adoraria dizer que sou tão planeada que já tinha na manga uma série de ementas prontas a publicar. Só que não.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

O NOSSO NATAL


A época do Natal traz-me consigo as melhores recordações da minha infância e é isso que mais quero proporcionar aos meus filhos. Que, um dia mais tarde, ver as luzes de Natal lhes traga a memória do aconchego dos seus tempos de meninice. É esse o nosso maior investimento nesta época: criar memórias.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

NÃO VAMOS ESQUECER · PROGRESSOS


Desde o momento em que as pessoas de Covas e Vila Nova de Oliveirinha entraram na minha vida que ela mudou. Para melhor. Tenho pena de os ter conhecido no momento em que a vida deles mudou por uma razão tão triste mas tenho  um enorme sentimento de pertença com aquela terra, com aquela gente. Tenho vontade de estar sempre lá, de viver lá, de levar toda a gente para lá. De mudar a cor daquela paisagem.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · OS ORTEGAS


Antes de mais, gostava de pedir desculpa pelo atraso na ementa desta semana. Foi o feriado, o advento, a árvore de Natal. Entrada no mês. Saída do mês.

Aproveitámos a deixa e “empurrámos” esta ementa para hoje, pois é o dia de aniversário de quem a escreveu!!

LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · OS CAVACOS


Conhecemos os Cavacos em 2011. Na altura tinha o Jacinto 4 anos e passava os dias a cantar de cor as canções do Tiago. Um dia o Francisco viu o Tiago na rua e, literalmente “seguiu-o” para lhe pedir um autógrafo para levar ao Jacinto. Conversaram muito nesse dia.

No dia seguinte o Tiago, que era na altura pastor numa igreja perto do trabalho do Francisco, apareceu para um café, mais conversa e ainda lhe ofereceu uma série de discos da “Flor Caveira“. Daí nasceram muitas conversas e uma grande amizade. Entre eles, entre nós, entre todos.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS, SETE PRATOS · MARINA COSTA AMADO


A amizade da Nina foi um dos bons “presentes” que esta “coisa” da Internet me trouxe.

A Nina era uma assídua e querida seguidora do seismaisdois. Um dia a Nina e o Ricardo escolheram vir festejar o primeiro aniversário da sua filha em Portugal e, recebi deles um e-mail a perguntar por sítios bonitos para um piquenique. Mas, na verdade eu sabia que o tempo andava incerto e então convidei-os para um lanche pequeno e familiar, para festejar o aniversário da pequena Thereza. E assim foi. A verdade é que desde que entraram na nossa porta nesse dia até hoje ficámos com uma forte amizade com esta família. Mesmo a um oceano de distância.

LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

OFICINA DE MACRAMÉ


É um sonho muito antigo que tenho, aprender a fazer macramé. Depois de aprender, miserável, a fazer tricot a partir de vídeos do youtube e costura, sozinha por tentativa-erro, prometi a mim mesma que, no macramé, uma arte tão útil e bonita, tinha de ser exímia. Quero oferecer presentes de Natal feitos por mim e, com esta técnica dos nós, consigo fazer peças únicas e lindas. E quero fazer um porta-vasos para a nossa sala (e para o meu amigo secreto).

LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS SETE PRATOS · MARIANA AMARAL


Esta semana no sete dias sete pratos trazemos uma família próxima de nós. A Mariana é casada e mãe de 3 rapazes com 8, 6 e 3 anos. Actriz de formação é fundadora da Companhia de Teatro da Chaminé e, quando não está a treinar dragões ou a ensaiar outras histórias fantásticas, é frequente encontrá-la na cozinha a fazer magia. É uma cozinheira criativa e de mão cheia, sempre com o cuidado de porporcionar uma alimentação saudável, apetecível e colorida aos seus rapazes.LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.

SETE DIAS, SETE PRATOS · LOS AMADOS


Esta semana trazemos para o Sete Dias Sete Pratos, uma família muito especial e divertida. Uma família que todos adoramos, sobretudo pela a sua simplicidade, cumplicidade e sentido de humor com que partilham o seu dia-a-dia.

LER MAIS

Maria Cordoeiro

É psicóloga. Tem quatro filhos. Um marido. Dois cães. Gosta de dias tranquilos mas que não lhe fujam dos planos. Gosta de cozinhar, de ouvir música, de costurar, de se deitar tarde, de tricotar e de ir à praia. Gosta de fazer coisas em geral e de pessoas em particular. Ou vice-versa. Tem um blogue onde conta alguns pormenores do seu dia-a-dia e onde fala da sua procura de um equilíbrio que considera urgente: parar e aproveitar todos os momentos, em contacto com a Natureza e com os outros. Em 2017 escreve o livro Viver Devagar e inicia a sua colaboração com o Slower.